UmiCS

  • Professor Doutor Javier Gallego Poveda

    HIPERIDROSE

  • Professor Doutor Javier Gallego Poveda

    HIPERIDROSE

Hiperidrose: Entenda o que é, as causas, as consequências e os tratamentos

A hiperidrose é um problema de saúde para milhões de pessoas em todo o mundo, estimando-se afetar cerca de 1,7% da população. Trata-se de uma condição em que ocorre uma sudorese excessiva, independentemente das condições climáticas ou da atividade física. Embora não seja uma doença perigosa, pode afetar significativamente a qualidade de vida das pessoas que sofrem com ela.

O que é hiperidrose

A hiperidrose é uma condição na qual as glândulas sudoríparas produzem mais suor do que o necessário para regular a temperatura do corpo. Isso pode resultar em diferentes áreas do corpo, ficando constantemente húmidas e com cheiro desagradável. Além disso, também pode causar vergonha e baixa autoestima em muitas pessoas.

As Formas Mais Comuns

Hiperidrose Palmar

A forma mais comum e incómoda é a que afeta as palmas das mãos, pois pode criar problemas sociais (como apertos de mão) e afetar a realização de trabalhos que requerem precisão (eletrónica, manipulação de materiais delicados, estética, entre outros).

Hiperidrose Axilar

É frequente e limita o paciente na escolha de roupas, devido à presença de marcas de suor nas axilas.

Hiperidrose Craniofacial

Transpiração excessiva na face e no couro cabeludo, e pode ser impossível de esconder, afetando a vida social e profissional do paciente.

Causas da hiperidrose

As causas ainda não são completamente compreendidas, mas acredita-se que possa ser causada por uma combinação de fatores genéticos e ambientais. Está comprovado que é uma alteração orgânica e não psicológica e, com o passar do tempo acaba por afetar psicologicamente quem sofre desta doença. As maiores dificuldades assentam nas relações sociais e afetivas, e no uso constante de lenços de papel para cumprimentar outras pessoas, escrever, utilizar o computador ou outros instrumentos de trabalho.

Consequências da Hiperidrose

Esta patologia pode criar inseguranças ao lidar com outras pessoas e pode afetar psicologicamente com o passar do tempo. As maiores dificuldades estão nas relações sociais e afetivas, e no uso constante de lenços ou toalhas para secar as mãos ao cumprimentar outras pessoas, escrever ou trabalhar com instrumentos.

Dicas para tentar controlar a hiperidrose

Antitranspirantes: existem antitranspirantes específicos no mercado que ajudam a controlar a sudorese excessiva nas axilas, mãos e pés.

Modificações de estilo de vida: evite alimentos picantes e bebidas quentes, use roupas confortáveis e arejadas e mantenha uma boa higiene corporal para minimizar a sudorese.

Tratamento da hiperidrose

Na UMICS apresentamos 3 soluções para o tratamento da hiperidrose abaixo descritas:

Simpatectomia- Tratamento cirúrgico da hiperidrose designado por Simpatectomia Torácica Superior Bilateral vídeo-assistida e é o tratamento definitivo, mas reversível.

Aplicação de toxina botulínica – injeções regulares utilizadas para tratar temporariamente.

Tratamento de microondas: aparelho que utiliza microondas eletromagnéticas para vaporizar e eliminar as glândulas sudoríparas écrinas e apócrinas das axilas.

Tratamento medicamentoso

Existem medicamentos que podem ser utilizados para controlar incluindo anti-muscarínicos, betabloqueadores e medicamentos antiespasmódicos. Estes medicamentos ajudam a reduzir a quantidade de suor produzida pelas glândulas sudoríparas.

Stacks Image 171

A hiperidrose é uma condição debilitante que pode afetar a qualidade de vida das pessoas que sofrem com ela. No entanto, com o tratamento adequado, é possível controlar o excesso de suor e melhorar a qualidade de vida. Além dos tratamentos mencionados acima, é importante consultar um médico especialista para avaliar o caso individual e prescrever o tratamento mais adequado. É importante não ignorar ou não se deixar envergonhar, pois existem soluções eficazes disponíveis. Procurar ajuda e tratamento é o primeiro passo para superar este problema de saúde e poderá contar com a equipa da UMICS (Clínica do Suor) que já tratou milhares de pessoas que tinham esta patologia e já não as afeta hoje em dia..

PROCEDIMENTOS

Toxina botulínica

A toxina botulínica são injeções regulares utilizadas para tratar temporariamente a Hiperidrose nas regiões das axilas, pés, palmas da mão, crânio e face.

Tratamentos com Microondas

O MiraDry® é um aparelho que utiliza microondas eletromagnéticas para vaporizar e eliminar as glândulas sudoríparas écrinas e apócrinas das axilas. Foi o primeiro aparelho a obter aprovação da FDA para o tratamento definitivo da Hiperidrose Axilar.

Simpatectomia

A Simpatectomia Torácica Superior Bilateral vídeo-assistida é o tratamento definitivo da hiperidrose. Este procedimento é conhecido já há algum tempo, no entanto, até há poucos anos não era possível realizar a cirurgia de forma simples e minimamente invasiva.

FALE
CONNOSCO

Envie-nos uma mensagem para esclarecer qualquer
dúvida ou ligue-nos através dos nossos contactos

Contactos  

Insira o seu nome nestge campo

Este campo é obrigatório

Insira neste campo o seu endereço de email

Este campo é obrigatório.

Escreva neste campo a sua mensagem.

Este campo é obrigatório.


Usamos o serviço Google Analytics para efeitos de análise estatística com o objectivo de proporcionar uma melhor experiência de navegação no nosso site, ao clicar em continuar concorda com o uso de cookies estatísticos. Para mais informações poderá consultar a nossa política de privacidade.